03.07.2018
Sony Music promove investigação interna sobre Dr.Luke e juiz exige lista dos nomes envolvidos

Kesha conseguiu mais um avanço positivo em sua batalha legal contra o produtor Dr.Luke. Um juiz de New York concedeu um pedido feito pela equipe judicial da cantora para que a Sony Music divulgasse o nome dos entrevistados na investigação interna sobre o caso promovida pela gravadora.

Inicialmente, o pedido para obter essas informações não foi atendido pela Sony, devido a lei de privilégio de advogado-cliente, mas, posteriormente, o tribunal concedeu a permissão para que os nomes dos envolvidos na investigações fossem arquivados no processo.

“O Dr. Luke está processando Kesha por difamação, e a acusada ainda pretende argumentar que suas alegações de estupro contra o produtor eram afirmações verdadeiras. O caso está próximo ao final da fase de descoberta, e Kesha procurou descobrir o que a Sony sabe. Assim, Kesha tem como objetivo obrigar a Sony a liberar os nomes dos entrevistados [na investigação]. Em resposta, a gigante da música argumentou que tais informações eram protegidas pelo privilégio advogado-cliente. 

Recentemente, Kelly Clarkson, Adam Levine, P!nk e Avril Lavigne assinaram um documento afirmando que o motivo de não terem mais colaborado com o produtor Dr.Luke foi motivado por questões pessoais, e não por influência da Kesha.

FONTE.

Publicado por

21 anos, carioca, apaixonado por música e arte no geral. Fã da Kesha desde 2010.

,
2017 © Portal Kesha - Direitos Reservados | Hospedado por Flaunt - Layout por Isaac