13.07.2018
Confira nossa entrevista com Saundra Williams, do The Dap-Kings Horns

Em comemoração ao aniversário de 1 ano do single “Woman”, nós do Portal Kesha decidimos publicar uma matéria muito especial. No final do ano passado, nós tivemos o imenso prazer de conversar com Saundra Williams, vocalista do “The Dap-King Horns”.
Saundra.
Extremamente gentil, Saundra respondeu nossas perguntas sobre sua história, carreira, e principalmente sobre sua relação com Kesha, com quem trabalhou na faixa “Woman”.

1- Primeiramente, muito obrigado por aceitar esta entrevista, é um grande prazer poder falar com você.

S: Obrigada, o prazer é todo meu!

2- Você poderia começar falando um pouco sobre o começo da sua carreira?

S: O início da minha carreira começou muito humildemente. Eu cantei no coral das crianças na igreja até os meus vinte e poucos anos e, depois disso, comecei a cantar em clubes locais nos cinco bairros da cidade de Nova York que me levaram ao histórico Teatro Apollo, no Harlem. Eu cantei e cantei e aprendi tudo o que pude. Eu estava cercada pelos melhores músicos e cantores da época, na minha área e, embora eu fosse uma novata na cena, eu aprendi envolvido. Foi uma experiência incrível.

3- Quando você entrou para o The Dap-Kings?

S: Fui convidada para cantar com os The Dap-Kings pela primeira e uníca Sra. Sharon Jones e isso foi em meados de 2009.

4- Como surgiu o convite para participar da faixa “Woman”, ao lado da Kesha?

S: A Daptone Records me convidou para uma sessão de estúdio para a gravadora e eu estava disponível, então eu disse: “com certeza”. Só fui descobrir que era com a Kesha quando cheguei lá.

5- Você acompanhava a carreira dela antes deste trabalho?

S: Não, eu realmente não tinha “acompanhado” a carreira da Kesha antes dessa chance de trabalhar com ela, mas eu a tinha visto em programas de TV e eu tinha assistido alguns de seus vídeos conforme eles iam passando. Eu fiquei mais informada sobre ela por causa da cobertura da imprensa e eu me lembro de realmente admirá-la porque ela bateu de frente, foi corajosa o suficiente para ser ela mesma e dizer o que ela realmente sentia que precisava ser dito. Quando ela apareceu na minha frente e eu a ouvi eu fiquei muito feliz.

6 – Como se sentiu fazendo parte deste projeto ao lado dela?

S: Primeiro, quando eu a conheci no Daptone, ela tinha acabado de chegar de uma longa viagem e não estava se sentindo bem, mas o que me impressionou foi o quão gentil, amigável e espiritualmente generosa ela é. Ela era linda e sempre gosto de trabalhar com almas bonitas. Então, fazer parte deste projeto foi uma completa honra, eu senti e ainda me sinto uma mulher muito abençoada. Ela não tinha que me abraçar, mas ela o fez. Eu me senti como se estivesse em família.

7 – Qual foi o seu momento favorito durante as gravações de Woman?

S: Ah! Eu tenho muitos, mas o meu momento favorito ao gravar ‘Woman’ foi quando eu estava vendo a Kesha através do vidro da cabine de gravação, ela estava na sala de controle acenando pra mim, me botando pra cima e me animando. Ela teve sua visão e me guiou de uma maneira que tirou o melhor de mim. Ela era ótima. Ela me fez querer fazer mais do que o meu melhor.

8 – E como foi se apresentar no GMA? poderia compartilhar conosco?

S: Bem, antes de tudo, eu tinha que estar lá, às 4 ou 4:30 da manhã. Eu tive que me encontrar com uma pessoa do figurino, então fui a primeira a chegar lá. Eu não tinha ido dormir até as 2 da manhã, então, eu fui com pura adrenalina e excitação. Eu estava pronta e preparada para entrar nessa. Eventualmente, todos começaram a chegar. Tivemos uma passagem de som e fizemos tudo juntos até o posicionamento do palco para as câmeras e o som e, em seguida, uma última passagem de som já usando o figurino. Estávamos todos entusiasmados. Lembro-me de quando a Kesha entrou depois de fazer o cabelo e a maquiagem, vestida e bela. Lembro-me de seu cabelo, sua roupa, de seu profissionalismo e eu absolutamente me lembro de seus sapatos. Quando chegou a hora de gravar, o público ficou enlouquecido, o irmão e a mãe da Kesha estavam lá. Foi uma manhã que eu sempre me lembrarei. Kesha e a banda arrasaram. Todos estavam felizes.

9 – Woman é uma música de empoderamento feminino, você se considera uma feminista?

S: Sim. Eu me considero uma feminista no sentido de que eu estou com todas as garotas que defendem os direitos das mulheres e lutam para mantê-los e sustentá-los. Eu falo por mim e por outras mulheres quando eu sofro ou vejo outras mulheres sofrendo injustiça durante minha jornada, então sim, de fato eu sou [feminista].

10 – Nós vivemos um momento onde grandes escândalos envolvendo abuso sexual estão vindo à tona em Hollywood. Por que você acha que as mulheres finalmente estão tendo coragem de expor, e dar um basta a esse tipo de crime?

S: Os tempos estão mudando, estamos doentes e cansadas ​​dessa canalhice e nós já chegamos ao limite. Nós já aguentamos o suficiente e, quanto mais as mulheres falarem, mais elas serão capazes de obter apoio para ajudá-las a enfrentá-los e lutar. Nós sempre fomos fortes, mas nos sentíamos desprotegidas se disséssemos ou fizéssemos algo. Estamos descobrindo que nossas vozes estão sendo ouvidas e isso está nos dando força.

11 – Você já veio ao Brasil? Se não, gostaria?

S: Oh, sim! Estive no Brasil várias vezes. Eu estive com uma banda chamada The Victor Wooten, também com Sharon Jones e os The Dap-Kings e com Saun & Starr em 2014. Eu tenho amigos lá, especialmente a cantora Adriana Moreira e sua família musical incrível. Eles nos convidaram para sua casa enquanto estávamos lá e nós passeamos, fizemos música e eles prepararam uma deliciosa festa e nós comemos e compartilhamos um tempo precioso como família. Amo eles. As pessoas do Brasil são lindas. Estou ansiosa para voltar e ficar o tempo que eu puder.

12- Por fim, poderia nos contar sobre os seus projetos futuros?

S: Eu certamente posso porque sou muito abençoada e feliz em poder fazer parte dessas experiências musicais incríveis. Estou muito orgulhosa e honrada de ter acabado de me juntar a uma banda incrível chamada Low Cut Connie. Eu amo esses caras, a música é divertida e fico muito feliz quando os ouço e me apresento com eles, então é uma grande coisa para mim. Estamos prestes a começar a turnê neste mês, e vamos continuar durante o resto deste ano e por ai vai, então, a todos que estiverem lendo isso, fiquem de olho nesta banda, tem muito rock and roll misturado com piano. E eu também tenho alguns projetos e planos que ainda posso falar. Me desculpem! Risos.
Mas fiquem comigo nas redes sociais e façam essa viagem louca comigo!

Publicado por

Fã desde 2010, apaixonado e inspirado pelas letras da Kesha, taurino de São José dos Campos-SP. Amante da cultura oriental e futuro biólogo.

, , ,
2017 © Portal Kesha - Direitos Reservados | Hospedado por Flaunt - Layout por Isaac